segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Entrevista a Samora Machel ( Paz sua Alma)


Jornalista: Sr ex. Presidente, obrigado por ceder um dedo de conversa aqui na terra dos mortos, Mbuzini
Jornalista: Sr. ex. Presidente, hoje(19 de Outubro) passa mais um aniversário da sua morte 23 anos:

Samora Machel: Sim meu camarada, hoje passa mais um aniversário que passei da terra, e os traidores, inimigos da pátria me apunhalaram pelas costas

Jornalista: pelas costas ex Sr. Presidente?

Samora Machel : sim pelas costas, bandos de traidores, olha que sai para Zâmbia em mais uma missão para fortaleceremos união dos nossos países contra o regime do apartheid do Pik Botha, e veja só que na minha comitiva muitos membros do Governo não estavam, na minha saída já havia avisado que na volta venho exonerar todos do governo

Jornalista: Todos do Governo ex sr Presidente? Porquê?

Samora Machel: calma, não me interrompa quando eu estiver a falar, como dizia a minha volta ia exonerar e demitir todos membros do Governo e das FPLM corruptos, burgueses, candogueiros, porque não se justifica o Povo passar fome enquanto a comida apodrece nos armazéns de GOAME, não se justifica que os militares dormem no chão, passem fome, sem uniforme, nem calçado, afinal libertamos este pais para quê?

Jornalista: desculpa ex. Sr. Presidente, eu é que faço as perguntas porque sou o Jornalista

Samora Machel: o Sr. é Jornalista, mas é Moçambicano e sabe que a independencia total e completa de moçambique visa a formação e transformação do homem novo, e que lutamos para o bem-estar do nosso pais e nosso povo. É ou não é?

Jornalista. È Sr. ex. Presidente, (o homem mesmo morto ainda manda)

Samora Machel: como eu dizia os camaradas sabiam que as coisas ião mudar na minha volta da Zâmbia e trataram de me matar, traidores, todos traidores, pressenti algo de anormal a saída da reunião na Zâmbia mas fui teimoso em querer voltar noite pra meu pais, antes do acidente chamei o Gulamo Khan para conversar comigo,

Jornalista: Sr. ex. Presidente qual foi a sensação durante agitação antes do acidente no avião?

Samora Machel: aquilo foi horrível, foi tudo rápido, lembro-me do Gulamo Khan dizer, camarada Presidente o avião esta a cair, e dai em diante ficou tudo escuro havia muito barulho, mas quando  aprecebi me que o avião estava a despenhar-se comecei a insultar a todos meus camaradas que me traíram pelas costas e e prometi vingança.

Jornalista: vingança sr ex Presidente?

Samora Machel: Sim vingança. Lembro muito bem o que disse. Seus traidores da Pátria, ambiciosos, candogueiros, corruptos ,vendedores da pátria,imperialistas de mer...podem matarem-me, mas estarei a vossa espera para me vingar, e dito feito a vingança começou, já estão a vir um por um, até agora só chegaram os que só cumpriam ordens, são os peixes pequenos, mas estão a chegar.

Jornalista; peixe pequeno sr ex Presidente e os peixes grandes quando chegam?

Samora Machel: não são peixes grandes, são tubarões os responsáveis da minha morte, todos ainda estão na terra, os camaradas que chegam aqui quando pergunto sobre os tubarões dizem que são todos eles ricos, são os novos burgueses, corruptos,P.c.as , candogueiros, tem hectares e hectares de terras que levam ao agricultor para vender ou ser sócio dos boers para construírem lodges, em todo pais, distruiram as aldeias comunais para o Povo e construíram novas aldeias chamadas condomínios só vivem eles, senhor jornalista, o o que são lodges, e condomínios, e P.c.as?

Jornalista: ex sr presidente, lodges são instâncias turísticas junto a praia como o hotel na ilha de Inhaca, só que eles não construem hotéis como da ilha de Inhaca, fazem muitas casinha no terreno junto a praia e alugam., é muito carro sr ex Presidente não é para qualquer cidadão, é só para eles Sr. ex Presidente, e condomínios são casas cercadas com um murro bem alto, eletrificado, com cães para não entrar pobres, são casas só para eles ex sr Presidente, sr ex Presidente sabia que em Inhambane os boers e fiscais do Ministério da Agricultura levam a terra dos agricultores e transformam em tais lodges e põem placas a dizer que não querem pretos ali dentro?

Samora Machel: o quê? Esse camaradas são de Mer..., fazem isso ao povo? O povo que lutou contra o colonialismo Português até a Independência, lutou contra o apartheid dos boers e hoje os camaradas são sócios dos boers? (sr ex Presidente esta a chorar)

Jornalista: vou interromper a entrevista com o sr ex Presidente, visto não estar em condições de continuar, esta muito emocionado, e chora sem parar e ainda nem expliquei o que são P.c.as,
 jornalista  Morto vivo correspondente do e agora em  Mbuzini                                                               

 CONTINUA




2 comentários:

  1. O jornalista deliciou uma boa conversa com o Ex-Presidente.

    Um abraco

    ResponderExcluir
  2. interessante a entrevista...
    nao tinha que chegar ao fim

    ResponderExcluir